12 outubro, 2011

Jean-Paul Gaultier

  Para quem não sabe (e para quem sabe tambem), Jean Paul Gaultier, em razão do lançamento do documentário “Jean Paul Gaultier – Quebrando as Regras” no Festival Rio, fez uma palestra no Espaço Tom Jobim falando sobre sua trajetória profissional no mundo da moda. Infelizmente, nós do Café com Botões não pudemos estar presentes, mas não é por isso que iriamos deixar passar em branco. Afinal, o enfant terrible da moda é o enfant terrible da moda!




  Gaultier começou contando sobre o início de sua carreira como assistente de Pierre Cardin, a quem se referiu como “um homem ao mesmo tempo criativo e com um incrível tino para negócios”. Comentou tambem sobre a sua falta de educação formal, que o impulsionou a criar exclusivamente por paixão a moda. "Não tive escola e, tudo o que sei, aprendi trabalhando", disse. "Na minha primeira coleção, em 1976, eu não tinha dinheiro e nem conhecimento. Apenas uma vontade terrível de fazer moda. Não tive medo de fazer desfiles pequenos e usar modelos que cobravam cachês mais baixos. Assumi as minhas fraquezas e as transformei em diferenciais. Vocês devem fazer o mesmo".
  No decorrer da palestra, ele falou tambem a respeito de Madonna e o icônico corset com sutiã em formato de cone e a clássica estampa de listras em sua moda. Alguém ainda duvida que foi gratificante estar lá?






  Ao término, um conselho de Jean-Paul: “É difícil dar conselhos, pois as pessoas são diferentes, seria precisa dar um conselho a cada pessoa. Seja honesto, não dissimule a sua origem. Na moda, eu sempre tentei acentuar a minha diferença. Para que as suas fraquezas ganhem força, assuma-as”.




     




  




  






Para se inspirar ao som de "Tears Dry On Their Own"




2 comentários:

Katrynna Chacon disse...

Oi linda *-*
Estou ti seguindo...
Amei o seu blog, muito fofo!
Ah, esse é o meu blog, passa lá! (:
http://katrynnachacon.blogspot.com/
Beijo :*

LADY D. A. disse...

Nossa deve ter sido uma palestra fascinante :)